Eventos extremos marcam o outono de 2016

Eventos extremos marcam o outono de 2016

junho 21, 2016 0 Por Bruna Camilo

Imagem: Banco de Imagem

Texto: Bruna Camilo

Apesar de muitos não perceberam a diferença, devido as baixas temperaturas em São Paulo nesses últimos dias, o outono terminou nessa segunda-feira (20 de junho) e o inverno começou. Sim, apesar de todo esse tempo frio típico o inverno ainda vai começar!

Neste ano, a estação conhecida pela queda das folhas foi dividida em três períodos:

Quente e seco: abril foi marcado por um período de estiagem e de temperaturas acima dos 30 graus. A  maior temperatura foi registrada em 08 de abril, que chegou a 32,9 graus na capital. Na última semana, uma forte frente fria chegou, derrubando as temperaturas.

Chuvas e quedas nas temperaturas: a partir de maio, frentes frias e áreas de instabilidade provocaram mais chuvas e a queda gradativa nas temperaturas. No dia 21, as chuvas já tinham superado a média mensal e no dia 24 foi registrada a menor temperatura desde agosto de 2014.

Eventos extremos: Fortes áreas de instabilidade, associadas à uma frente fria semiestacionária, provocaram diversas tempestades que causaram estragos, sobretudo no interior do estado. Na Grande São Paulo, nos três primeiros dias a média mensal de chuva já tinha sido superada. No dia 04/06 choveu  73,4 mm e em 06/06 choveu 53,mm. Após a passagem da frente fria, duas massas de ar polar de forte intensidade chegaram e derrubaram as temperaturas. Com o ar seco e frio chegamos a 3,5 graus, uma das menores temperaturas em 22 anos na capital, e em alguns pontos da Grande São Paulo, como Mairiporã, os termômetros de rua chegaram a marcar -4 ºC. Houve formação de geada na área da Estação do Instituto de Meteorologia no Mirante de Santana, no Grajaú e na Vila das Belezas, Zona Sul, na Cidade Universitária, entre outros pontos. Também tivemos geada O vídeo abaixo foi uma colaboração de e mostra a geada em São Lourenço da Serra – Grande São Paulo, como podemos ver no vídeo enviado por Fabiana Camargo para colaboração em nossa página.

O solstício de inverno

O inverno acontece quando o hemisfério sul está com uma área menor exposta à radiação solar, esse período geralmente ocorre no trimestre de junho a agosto. Em São Paulo a estação é conhecida por ser a mais fria e com o menor volume de chuva.

Fatores associados à massa de ar frio colaboram para que as temperaturas sejam em média as mais baixas do ano, principalmente no sul e leste do estado, até agosto. Eventos de veranico (fenômeno meteorológico comum nas regiões meridionais do Brasil) com alguns períodos prolongados sem chuva, e com temperatura mais elevada, costumam acontecer entre agosto e início de setembro com dias seguidos de baixa umidade do ar, e mais recorrentes do centro para o norte do estado. O avanço de frentes frias  garante o restabelecimento das chuvas na estação, com oscilações de temperatura.